Skip to main content

7 dhatus e 3 malas: tecidos e resíduos produzidos pelo corpo


O que são dhatus e malas?

Dhatu significa aquele que sustenta e nutre. Eles são os tecidos do nosso corpo. A classificação dos tecidos segundo o Ayurveda é muito semelhante a classificação definida pela medicina moderna. Malas são os nossos resíduos, é o que é excretado por nós por não ser útil mais ao corpo.

Quando esses constituintes fisiológicos são afetados pelos doshas, e levam ao desequilíbrio do nosso corpo, eles são denominados dushya.


Tipos de dhatus (tecidos)

Existem sete tecidos básicos, ou dhatus, que o Ayurveda descreve:

RASAÉ o nosso tecido linfático ou plasma.
RAKTA É o nosso tecido sanguíneo. Também é conhecido por asrk.
MAMSAÉ o nosso tecido muscular.
MEDASÉ o nosso tecido gorduroso.
ASHTIÉ o nosso tecido ósseo e cartilaginoso.
MAJJAÉ o nosso tecido nervoso, medula óssea.
SUKRAÉ o nosso tecido reprodutivo.

Os dhatus são formados a partir do primeiro alimento que colocamos na boca e é transformado em um fluido nutritivo chamado ahara-rasa (prasada).

Esse fluido segue um processo sequencial de nutrição, ou seja, ele nutre o primeiro tecido, que é o rasa, depois segue nutrindo todos os demais até o último tecido, que é o sukra.


Tipos de malas (resíduos)

Durante a formação dos dathus, desse processo metabólico, são gerados os malas. Eles são os resíduos do nosso corpo que precisam, de alguma forma, ser eliminados. São eles:

MUTRAÉ a nossa urina.
SAKRI ou PUREESHASão as nossas fezes.
SWEDAÉ o nosso suor.

Conclusão

O aumento dos doshas, dhatus e malas é causado pela utilização de semelhantes (samana), enquanto que a redução deles é causada pelo oposto (viparita) deles.

Cada um dos doshas, dhatus e malas possuem suas próprias quantidades (pramanas), qualidades (gunas) e funções (karmas).

Quando normais (samya) conduzem à saúde. Eles podem sofrer aumentado (vrddhi) ou redução (ksaya) de acordo com essas quantidades, qualidades e funções.

Cada tecido possui uma função. Mais para frente vamos nos aprofundar nesse tema extremamente vasto e fundamental para o entendimento do Ayurveda.


Referências

AH SU 01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!