Rio de Janeiro, Brasil
+55 (21) 98477-1201
oi@gastropoema.com.br

Poesia :: Do pão

poesia escrita por Alessandra Sirigni

Eu espero apenas teu cheiro

Invadindo minhas tardes

Exercitando minhas manhãs

Cultivando minhas noites

Você invade mesmo que trancado

Confinado em um espaço quente e pequeno

De tamanha sua bondade

Ainda me dá alimento ao retirá-lo de lá

Não se importa se for cortado

Ao meio, parte, pedacinho

Da tua essência guardada

Daquela que mantenho fria na geladeira

Sai outro ser, gerado com água e farinha

Da tua origem há anos, milhares

Hoje faço e refaço essa história

Que um dia dá certo

No outro também

Porque pão bom se faz

Com a energia boa de quem tem

error: Content is protected !!